Com a chegada da era Shelley na rede Cardano, muitas dúvidas surgiram em relação aos termos apresentados na carteira Daedalus 2.0.0.

Quer saber mais? Veja nosso infográfico interativo

1
Rank: Índice de desejabilidade de uma pool, ou seja, indica quão desejável aquela pool está para os delegadores naquele momento. Ele é calculado a partir de diversos fatores como o desempenho da pool (pool que perde bloco desce no rank), quantidade de pledge, custos fixos, margem de custo variável, saturação da pool etc.
2
Controlled Stake: Percentual de stake controlado por uma determinada pool em relação ao total de ADAs em stake na rede como um todo.
3
Pool margin: Margem que a pool cobra em cima das recompensas que ela recebe por validar os blocos. Por exemplo, nós cobramos uma taxa de 3.5% do total de recompensas. O montante que isso representa em ADA é variável e depende depende do total de recompensas que a pool recebeu numa época.
4
Pledge: Um tipo de stake “caução” opcional da própria pool. Se houver menos stake do que o declarado no pledge no momento do registro, a pool não recebe as recompensas da época. Na prática, ele representa o valor que a pool delegou para si própria e se comprometeu a não modificar ao longo da época. Não é valor obrigatório, mas é uma forma de tornar a pool mais atrativa para os delegadores, já que o pledge influencia na quantidade de recompensas recebidas e no rank.
5
Cost per epoch: Custo fixo (em ADA) que a pool cobra por época para cobrir os custos de operação. Esse valor é recolhido a cada época do total de recompensas que a pool recebeu naquela época (e não de cada delegador). Se a pool não criou nenhum bloco na época, não terá recompensa para receber e, portanto, não há taxas para recolher. O mínimo definido pelo protocolo atualmente é de 340 ADAs.
6
Produced blocks: Número de blocos produzidos pela pool na época atual. As stake pools são recompensadas em ADA por cada bloco que produzem numa época.
Lincon Vidal

Lincon Vidal

Fundador e CEO da EveryBlock.Studio

Leave a Reply